Comunidade Andina lança projeto contra degelo glacial

Projeto contará com um financiamento de US$ 32 milhões e ajudará Bolívia, Peru e Equador

Efe

27 de agosto de 2008 | 20h49

A Comunidade Andina lançou um projeto para ajudar Bolívia, Peru e Equador a adaptarem-se ao impacto do retrocesso acelerado das geleiras andinas , informou nesta quarta-feira, 27, o organismo que tem sede em Lima, Peru.  Esse projeto, que contará com um financiamento de US$ 32 milhões, sendo desses 10 vindos do Banco Mundial e o resto dos países andinos, contempla medidas de adaptação nas bacias hidrográficas e outros setores vulneráveis aos efeitos do derretimento.  Uma das ações será a documentação do derretimento na região andina com a instalação e operação de uma rede de controle de geleiras doada pelo Japão.  O presidente da comunidade, Freddy Ehlers, reconheceu durante a apresentação do projeto que o avanço em compromissos nacionais e regionais é urgente para enfrentar o problema do degelo que, segundo disse, "é ainda pior do que se acreditava anteriormente." Segundo fontes oficiais, a Cordilheira Blanca do Peru, a cadeia montanhosa tropical mais alta do mundo, perdeu nos últimos 30 anos pelo menos 26% de sua superfície devido ao degelo.

Tudo o que sabemos sobre:
aquecimento globaldegeloandes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.