Concentração de dióxido de carbono atinge recorde

A concentração de dióxido de carbono atingiu nível recorde na atmosfera, após crescimento acelerado ao longo do último ano, segundo medições do Observatório Mauna Loa, no topo de um vulcão havaiano de 3 quilômetros de altura. A razão exata para o acúmulo do gás, apontado como principal responsável pelo aquecimento global, ainda precisa ser analisada. A ação do homem, porém, é freqüentemente apontada como principal responsável pela aumento de gás carbônico na atmosfera, especialmente por conta da queima de combustíveis fósseis.

Agencia Estado,

21 de março de 2004 | 17h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.