Conferência pede sistema de alerta contra gripe aviária

Em meio a uma crescente preocupação pela possível expansão da gripe aviária através das aves migratórias, a 8.ª Conferência das Partes da Convenção sobre Espécies Migratórias (CEM) anunciou nesta sexta-feira um acordo para desenvolver um sistema de alarme contra a doença.O objetivo é obter informação para poder alertar as autoridades dos países para onde se dirigem as aves migratórias, e assessorá-los sobre medidas para prevenir focos da gripe aviária.O sistema, que será coordenado pelo Programa da ONU para o Meio Ambiente (Pnuma), incluirá a elaboração de mapas por países indicando os lugares exatos para onde as aves têm mais possibilidades de se dirigir.Os delegados aprovaram também um plano de sete pontos para tentarentender melhor a gripe aviária e sua relação com as aves migratórias."Diferentes espécies têm padrões de migração diferentes, e ainda não se sabe que aves têm mais probabilidades de ser portadoras do vírus", disse Ward Hagemeijer, da organização Wetlands International. "Também não sabemos o tempo de incubação da doença, por isso é necessário um sistema de alarme antecipado, que reunirá a informação disponível e apontará áreas onde é preciso pesquisar mais."Vírus nas rotasOs últimos focos de gripe aviária parecem confirmar que o vírus está se estendendo através da rotas migratórias das espécies avícolas procedentes do sudeste asiático, onde foram sacrificadas mais de 150 milhões de aves de criação e selvagens, e a doença matou mais de 60 pessoas.O vírus H5N1 - que causa a gripe aviária - afeta principalmente as aves (foi detectado também em mamíferos), mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) teme que através de mutações genéticas passe a ser transmitido entre humanos, o que poderia desatar uma pandemia letal, de enorme impacto social e econômico.A Convenção sobre Espécies Migratórias foi um dos primeiros tratados mundiais sobre conservação e uso sustentável da diversidade biológica, e foi adotada em Bonn, na Alemanha, em 1979.   leia mais sobre gripe aviária

Agencia Estado,

25 de novembro de 2005 | 19h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.