EFE/Jason Szenes
EFE/Jason Szenes

Confira reflexões de Hawking sobre Deus, o Universo e a fama

'Deve ser tedioso ser Deus, não ter nada mais para descobrir', disse o cientista britânico em 2005

EFE

14 Março 2018 | 11h40

O físico britânico Stephen Hawking, morto na quarta-feira, 14, aos 76 anos, se destacou também pelo humor e os comentários sobre temas variados, que vão de Deus até a saída do Reino Unido da União Europeia. Confira abaixo algumas declarações do cientista:

Deus e o conhecimento científico:

"Deve ser tedioso ser Deus, não ter nada mais para descobrir. (...) A raça humana sempre precisa de um desafio." (2005)

"As leis da ciência que explicam o funcionamento do Universo não deixam muito espaço para milagres ou para Deus. A ciência está contestando cada vez mais perguntas que eram domínio da religião (...) e terá logo uma resposta definitiva sobre o surgimento do Universo." (2008)

"Einstein estava equivocado quando disse que 'Deus não joga dados'. Os buracos negros sugerem que não só Deus joga com os dados como que, às vezes, se confunde colocando-os onde não se pode ver" (Trecho do livro A Natureza do Espaço e Tempo, 1996)

++++ Morre aos 76 anos o físico britânico Stephen Hawking

Universo:

"Se a resposta para isso for encontrada, seria o último trunfo da razão humana, porque então conheceríamos a mente de Deus." (Trecho do livro Uma Breve História do Tempo, de 1988)

Fama:

"A desvantagem de ser famoso é que não posso ir a nenhum lugar do mundo sem ser reconhecido. Não é suficiente levar um par de óculos de sol ou uma peruca: a cadeira de rodas me delata." (2006)

"Minha ambição sempre foi compreender o universo, não me tornar famoso. (...) Querem um herói da ciência como foi Einstein. Eu respondo ao estereótipo do gênio descapacitado porque estou claramente descapacitado, mas não sou um gênio como foi Einstein." (2016)

++++ 'Continue voando como o Super-Homem', diz Nasa em homenagem a Hawking

Colonização espacial:

"Poderemos ter uma base permanente na Lua em 20 anos e, em Marte, em 2046. Contudo não encontraremos nenhum lugar tão bom quando a Terra, a não ser em outro Sistema Solar. (...) Para a espécie humana, é importante se expandir pelo universo para se manter enquanto espécie. A vida na Terra está em risco crescente de ser varrida por um desastre." (2006)

Mundo:

"Sem imperfeição, nem você nem eu existiríamos." (2010)

Eutanásia:

"A vítima deveria ter o direito de dar um fim a sua vida se assim deseja. Mas creio que seria um grande erro. Por pior que a vida pareça, sempre há algo que se pode fazer e ter êxito. Sempre que há vida, há esperança." (2006)

Contato entre humanos e extraterrestres:

"Creio que não seria um desastre. Os extreterrestres provalvemente estariam mais avançados. A história de raças avançadas que se encontram com gente mais primitiva neste planeta não é muito feliz, e isso que eram da mesma espécie." (2004)

++++ Relembre frases marcantes de Stephen Hawking

Saúde:

"Minhas expectativas foram reduzidas a zero quando eu tinha 21 anos. Tudo depois disso é um benefício." (2004)

"Vivi com a perspectiva de uma morte próxima durante os últimos 49 anos. Não tenho medo da morte, mas não tenho pressa de morrer. Ainda há muito o que quero fazer." (2011)

Dinheiro:

"Como pessoa gravemente descapacitada, poder pagar para que cuidam de mim e trabalhem comigo é crucial, mas adquirir posses não é. Não saberia o que fazer com um cavalo de corrida ou com uma Ferrari. (...) Devemos ampliar nossa definição do que é riqueza para incluir o conhecimento, os recursos naturais e a capacidade humana e, ao mesmo tempo, aprender a compartilhar cada um de forma mais justa. Se o fizermos, não haverá limites para o que os seres humanos poderão criar juntos." (2016)

Brexit:

"Como muitos cientistas, estou profundamente preocupado e triste pelo impacto que o resultado do Brexit terá na ciência do Reino Unido. Tenho ensinado a estudantes e trabalhado com cientistas em todo o mundo, e é assim que a ciência deveria avançar: sem barreiras ou fronteiras." (2016)

EUA e Donald Trump:

"Gostaria de visitá-lo novamente e falar com outros cientistas, mas temo que não seja mais bem-vindo." (2017)

 

Mais conteúdo sobre:
Stephen Hawking

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.