Contaminação em Campinas: moradores serão examinados

Moradores e ex-trabalhadores do bairro Santa Cândida, em Campinas, no interior do Estado de São Paulo, onde está instalado o Condomínio Mansões de Santo Antônio e onde funcionou a indústria de solventes Proquima, serão submetidos a avaliação médica a partir da segunda quinzena deste mês.O solo e o lençol freático do bairro estão contaminados por substâncias químicas utilizadas pela empresa, que operou no local por duas décadas. Os exames serão feitos pela Secretaria de Saúde de Campinas, que irá avaliar as condições de saúde de um grupo de quase 400 pessoas que possivelmente tiveram contato com a contaminação.O grupo é formado por moradores, operários de construção que trabalharam na fundação do condomínio e trabalhadores de uma empresa de ônibus que utilizava água de um poço em que se verificou alto índice de contaminação.Segundo a Secretaria de Saúde, a investigação é chamada de clínico-epidemiológica. Os operários de construção e funcionários da empresa de ônibus serão os primeiros a fazer a avaliação, porque tiveram contato direto com o solo e água contaminados. Ainda serão avaliados moradores que há mais de dez anos residem no bairro.A participação nos exames será voluntária. Caso fique constatado algum problema de contaminação na avaliação clínica, os pacientes farão exames laboratoriais de rim e fígado. Os procedimentos médicos foram definidos em conjunto por profissionais do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CRST), centros de saúde e Vigilância Ambiental. A Secretaria não descarta que a avaliação seja estendida às cerca de mil pessoas, entre moradores e trabalhadores, que tiveram contato com o local contaminado.

Agencia Estado,

03 de outubro de 2002 | 18h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.