Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Contra surdez, cientistas desenvolvem células do ouvido

Segundo um artigo divulgado na NewScientist, pesquisadores japoneses e norte-americanos desenvolveram um tratamento genético que pode ser a cura para a surdez. O processo, que promove o crescimento de células no ouvido interno, já deu certo com animais de laboratório.Uma das razões da perda gradual, parcial ou total da capacidade de audição é a destruição das células capilares do ouvido interno, provocada por diversos motivos, como idade avançada, uso de determinados antibióticos ou exposição a ruídos muito fortes.E foi por aí que agiu a equipe liderada por Yehoah Raphael, da Universidade do Michigan. O objetivo do grupo era promover o crescimento das células capilares, que são uma espécie de microfones microscópicos que capturam as vibrações sonoras do fluido no ouvido e transformam o movimento em sinais nervosos.De acordo com as pesquisas realizadas nos coelhos submetidos a esse processo, os animais passaram a registrar sons após o tratamento. Em números, a recuperação foi de 50% a 80% dos níveis de audição originais.Raphael lembra que há muitos obstáculos até tornar o tratamento possível em seres humanos."Por exemplo, a escala média está localizada em um local profundo do crânio humano, o que a torna virtualmente inacessível para a cirurgia", explicou. "E também existe a possibilidade de que o sistema de imunidade humano rejeite os vírus."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.