Efe
Efe

Coreia do Sul adia lançamento de foguete por problema técnico

Anúncio foi horas antes da 2ª tentativa de o país pôr em órbita um satélite com tecnologia própria

Efe

09 Junho 2010 | 12h22

SEUL - A Coreia do Sul adiou o lançamento de seu foguete espacial Naro-1 - que aconteceria nesta quarta-feira, 9 - poucas horas antes do momento em que aconteceria sua segunda tentativa de pôr em órbita um satélite com tecnologia própria, informou a televisão 'YTN'.

 

Segundo a previsão, o foguete decolaria às 17h locais (5h em Brasília), mas um problema no sistema de prevenção de incêndios na plataforma de lançamento, que causou uma fuga de líquido contra incêndios, atrasou a sequência de decolagem, segundo as primeiras informações dos especialistas.

 

O contratempo, que não afetou diretamente o foguete, aconteceu pouco antes do início da injeção do combustível e três horas antes do momento previsto para a decolagem. Ainda não foi marcada uma nova data para o lançamento.

 

A Coreia do Sul quer se tornar o décimo país no mundo que põe em órbita um satélite com um foguete de fabricação própria, embora a agência espacial sul-coreana KARI tenha contado com ajuda técnica da Rússia.

 

O lançamento do Naro-1 seria realizado no centro espacial Naro, na província de Jeolla (sul do país), para onde o foguete foi levado na última segunda-feira para preparação da decolagem.

 

No mesmo dia, o aparelho sofreu um problema durante a colocação na plataforma, mas a situação foi contornada pouco depois.

 

Em agosto do ano passado, a Coreia do Sul tentou colocar em órbita um satélite com um foguete criado no próprio país, mas ele não chegou a entrar em órbita.

 

Na ocasião, as duas partes do foguete se separaram como era esperado, mas o satélite chegou a altitude maior que a planejada (360 quilômetros em vez dos 302 previstos), e por isso não conseguiu estabelecer trajetória orbital.

Mais conteúdo sobre:
Coreia do SulsatéliteNaro-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.