Cosmonautas voltam à Terra em uma aterrissagem dura

Depois de uma aterrissagem considerada dura, nas estepes do Kasaquistão, dois cosmonautas russos e um astronauta belga passam bem. Os três passaram dez dias na Estação Espacial Internacional (ISS pela sigla em inglês), em uma missão para instalar uma cápsula Soyus, que ficará conectada à Estação para uma eventual evacuação de emergência.A cápsula da tripulação aterrissou a cerca de 290 quilômetros ao Sudoeste de Astana, capital do Kasaquistão. Os três tripulantes foram levados em helicópteros até o aeroporto de Astana, de onde deveriam, partir para a Cidade Estelar, centro de treinamento de cosmonautas da Rússia.O belga Frank de Winne foi saudado pelo príncipe Felipe, herdeiro da coroa da Bélgica, que viajou até o campo de aterrissagem para saudar o compatriota. O trabalho do belga na missão foi elogiado pelo capitão Sergei Zaletin. Segundo ele, "ninguém de nós estava tão bem informado dos computadores e dos software como Frank".

Agencia Estado,

10 de novembro de 2002 | 13h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.