Criada reserva marinha para proteger o tubarão-baleia

A Conservation Internacional (CI) anunciou hoje, nos Estados Unidos, a criação de uma nova reserva marinha na costa de Belize, na América Central, cujo principal objetivo é preservar o principal local de reprodução do tubarão-baleia (Rhincodon typys), o maior peixe do planeta. A área marinha protegida tem 1.360 hectares e inclui as águas que rodeiam o Little Water Cayo, uma pequena ilha localizada a 29 quilômetros da costa sudeste de Belize.A criação da reserva foi possível graças à compra da maior parte da ilha pela organização não-governamental (ong) Amigos da Natureza, com recursos do Fundo de Conservação Global da Conservation International (GCF, na sigla em inglês), que doou US$ 222 mil, e da Fundação Oak, que doou US$ 75 mil. ?As cinco comunidades locais que fundaram a Amigos da Natureza foram as primeiras a descobrir a ligação desta espécie de tubarão com a área e resolveram fazer algo para protegê-lo?, disse Costas Christ, diretor do Programa de Ecoturismo da CI. A ong local vai deter e gerenciar a maior parte de Little Water. O resto da ilha permanecerá nas mãos do proprietário, que se comprometeu a preservar a área.Devido à sua grande biodiversidade, a região é considerada pelos ambientalistas como uma prioridade para a conservação no Caribe. A aquisição da ilha ajudará a consolidar um corredor marinho para a preservação da área que totalizará mais de 18 mil hectares, incluindo a Reserva Marinha de Cayo Silk e o Parque Nacional de Cayo Laughing Bird. No entorno de Little Water, encontram-se mais de 25 espécies de peixes de recifes, incluindo espécies em perigo de extinção, como o mero roxo de Nassau (Epinephelus stratus), uma espécie de garoupa vermelha (Epinephelus straitus) e duas espécies de vermelhos (Lutjanus analis e Lutjanus cyanopterus).O tubarão-baleia pode viver até 100 anos e atingir até 15 metros de comprimento e 12 toneladas. Apesar de poder ser encontrado em todos os mares das regiões tropicais, inclusive na costa brasileira, o único lugar conhecido no mundo onde a espécie passa, a cada primavera, para colocar seus ovos é no entorno de Litlle Water.

Agencia Estado,

18 de julho de 2003 | 16h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.