Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Cúpula dos Povos abre nesta sexta com 50 ONGs

Cúpula irá mostrar a mobilização da sociedade civil e as iniciativas de sucesso realizadas na área de sustentabilidade

Heloisa Aruth Sturm,

14 Junho 2012 | 22h30

 Começa nesta sexta-feira, 15, a Cúpula dos Povos, o evento organizado por mais de 50 ongs nacionais e internacionais, que pretende atrair cerca de 25 mil pessoas ao Aterro do Flamento, zona sul do Rio de Janeiro. Um dos maiores eventos paralelos à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), a Cúpula irá mostrar a mobilização da sociedade civil e as iniciativas de sucesso realizadas na área de sustentabilidade.

Na tarde de ontem, operários faziam os últimos ajustes nas estruturas preparadas para abrigar as mais de 1,2 mil atividades que serão desenvolvidas até o último dia do evento, em 23 de junho. Somente hoje, mais de 150 atividades serão realizadas nas 60 tendas montadas no local, dentre debates, seminários, palestras, oficinas e performances voltadas para as áreas que abordam os três pilares do desenvolvimento sustentável: ambiental, social e econômico.

Um dos destaques do dia será o lançamento da Rede Brasileira da Carta da Terra, organizado pelo Instituto Democracia e Sustentabilidade, que terá a presença da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e do teólogo Leonardo Boff. Representantes do Greenpeace também estarão no Aterro para participar da campanha Desmatamento Zero, com objetivo de recolher 1,4 milhão de assinaturas e assim submeter ao Congresso Nacional um projeto de lei sobre o assunto, de forma similar àquele que gerou o Ficha Limpa.

O espaço também conta com um anfiteatro ao ar livre, com capacidade para 800 pessoas, onde ocorrerão alguns dos eventos mais importantes da Cúpula durante o dia. À noite, o local se transforma em palco para apresentações musicais e de poesia. As atividades culturais ocorrerão também em pequenos palcos e no "Caminho das Artes", onde serão realizadas exposições ao ar livre - qualquer artista pode participar. Todos os eventos são gratuitos e não é necessário fazer inscrição para participar das atividades programadas.

Na pista de aeromodelismo próxima à Marina da Glória, que também faz parte do Aterro, ocorrerão as atividades centrais da conferência, como as plenárias e a Assembleia dos Povos, desenvolvida com intuito de gerar acordos políticos entre os diversos movimentos sociais e articular estratégias de mobilização. "Estamos muito confiantes num bom processo da Cúpula e temos a esperança que os resultados que vão sair daqui serão extremamente importantes não só para a população, mas também para os governos", disse Carlos Henrique Painel, representante do Grupo de Articulação da Cúpula dos Povos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.