AF
AF

Dados de sonda indicam que água da Terra foi trazida por asteroides

Mais recente estudo da Rosetta mostra que a assinatura química da água do cometa 67P é distinta da que existe na Terra

O Estado de S. Paulo

10 Dezembro 2014 | 21h49

Os dados obtidos pela sonda europeia Rosetta apoiam a visão de que a maior parte da água da Terra foi trazida por asteroides, ao contrário de uma teoria mais recente, que indicou que os oceanos foram criados por cometas.

Desde que a Rosetta entrou em órbita próxima de um cometa chamado 67P/Churyumov-Gerasimenko em agosto, a sonda tem analisado a assinatura química de gases do astro. Um dos objetivos era verificar se a água é a mesma encontrada em nosso planeta. Se fosse, poderia apoiar a visão de que cometas gelados colidiram com a Terra primitiva e trouxeram água pela primeira vez.

Mas o mais recente estudo mostra que a assinatura química da água do cometa 67P é distinta da que existe na Terra. Acredita-se que o 67P, assim como muitos cometas, se originaram dos confins do sistema solar, o que prejudica a visão de que os cometas eram a principal fonte de água para os oceanos da Terra.

"Não é a mesma água que a terrestre, é muito mais pesada", disse Kathrin Altwegg, físico da Universidade de Berna, na Suíça, e principal autor do estudo publicado nesta quarta-feira na revista Science. Os cientistas agora esperam que a teoria seja testada mais profundamente.

A fonte da água da Terra tem sido um enigma de longa data. Há cerca de 4,6 bilhões de anos, o planeta foi extremamente quente e provavelmente abrigou pouca ou nenhuma água. As teorias mais prováveis é de que a água do nosso planeta veio de cometas ou de asteroides ricos em gelo. /AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Mais conteúdo sobre:
Rosettaágua

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.