Décimo planeta do sistema solar tem lua, dizem astrônomos

A equipe de cientistas que alega ter descoberto o décimo planeta do sistema solar fez outro anúncio intrigante: o novo mundo tem uma lua. Enquanto observavam o assim chamado novo planeta a partir de um observatório no Havaí, o grupo liderado por Michael Brown, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, encontrou um objeto tênue próximo ao corpo principal. Porque se movia, os cientistas concluíram que a mancha corresponde a uma lua próxima, e não a uma estrela ao longe - uma estrela ficaria estacionária.A descoberta da lua é importante porque pode ajudar os cientistas a determinar a massa do planeta. Em junho, Brown havia anunciado a descoberta de um corpo celeste rochoso, congelado e maior que Plutão, dentro do Cinturão de Kuiper, um disco de "detritos espaciais" que se espraia para além da órbita de Netuno. Brown decidiu classificar o novo objeto como um planeta e o apelidou de Xena, em homenagem à protagonista da série de TV Xena, a Princesa Guerreira.Determinando a distância e a trajetória orbital da lua, os cientistas podem calcular a massa de Xena. Mas a nova lua, apelidada de Gabrielle em referência à companheira de aventuras de Xena na televisão, provavelmente não ajudará a pôr fim ao debate sobre o quê, exatamente, um corpo celeste deve ter para contar como planeta - e se Plutão, tradicionalmente contado como o nono planeta do sistema solar, merece manter o título.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2005 | 20h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.