Decretada prisão preventiva de donos da Cataguazes

O promotor de Justiça do Estado do Rio em Campos, Marcelo Lessa, afirmou nesta quinta-feira que o diretor-administrativo da Indústria Cataguazes de Papel, Félix Santana, e o sócio-gerente da empresa, João Gregório do Bem, estão oficialmente foragidos.Equipes da Polícia Federal e da Polícia Militar estão nas ruas em busca de ambos e todos os aeroportos do País foram instruídos para impedir sua saída do Brasil.A ordem de prisão preventiva foi decretada nesta quinta-feira pelo juiz da Vara Federal de Campos,Marcelo Luzio Marques Araújo. Lessa afirmou que ele e o delegado federal Carlos Pereira estiveram nesta quinta à noite em Cataguases (MG), na sede da empresa, mas Santana e Gregório não foram localizados.O promotor e o delegado foram de helicóptero até a cidade mineira e devem retornar a Campos nesta sexta. A fábrica foi revistada, e o depósito de rejeitos tóxicos, vistoriado, afirmou Lessa. Eledisse que o advogado do diretor foragido não informou se Santana se apresentará àpolícia.?O diretor está oficialmente foragido. Sua prisão foi decretada, e a Polícia Federal já jogou seu nome no sistema de migração para impedir que ele fuja do País?, declarou o promotor.

Agencia Estado,

03 de abril de 2003 | 20h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.