Degelo do Ártico mata ursos polares afogados

O Departamento do Interior dos Estados Unidos confirmou que ursos polares estão morrendo afogados devido ao degelo do Ártico.Em um reconhecimento aéreo, feito no final de 2004, os técnicos avistaram 40 ursos polares nadando no mar, longe de qualquer banco de gelo, e "muitos deles provavelmente se afogaram", segundo um relatório do Serviço de Gestão de Minerais, só agora divulgado.Os pesquisadores contaram quatro corpos flutuando no mar durante o reconhecimento, quando o cascalho polar havia se afastado 260 quilômetros ao norte do litoral do Alasca, marcando um novo recorde de degelo. O relatório foi citado pelo The Wall Street Journal.Nos 25 anos de reconhecimentos aéreos anuais anteriores a 2004 não haviam sido avistados mais de um urso nadando em mar aberto."Para qualquer um que perguntar como o aquecimento global e a redução do gelo afetarão os ursos polares, a resposta é singela: eles morrem", disse ao jornal o catedrático de biologia marinha da Universidade do Alasca Richard Steiner.A organização ecologista Greenpeace começou nesta semana a exibir um anúncio de TV que mostra como uma ursa e seus filhotes afundam no mar, quando o gelo em que se apoiavam se desfaz."Os ursos polares poderiam extinguir-se em pouco tempo, devido ao aquecimento global", alerta o Greenpeace.  mudanças climáticas

Agencia Estado,

14 de dezembro de 2005 | 14h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.