Depois de sul-coreanos, britânicos anunciam clonagem

Os primeiros embriões humanos resultantes da clonagem foram criados por duas equipes diferentes, uma britânica e outra sul-coreana, anunciaram grupos de cientistas na Grã-Bretanha. Uma equipe do Centre for Life, da Universidade de Newcastle, anunciou a criação de três embriões clonados, os primeiros da Europa.Os cientistas coreanos, cujos trabalhos estão mais adiantados que os dos britânicos, anunciaram na revista Science terem conseguido criar mais de 60 embriões humanos clonados. Os embriões foram gerados de forma a produzir células-tronco específicas para um paciente.A criação destes embriões marca uma etapa fundamental no caminho da clonagem terapêutica. Segundo os cientistas, este estudo abre novas perspectivas para curar doenças como o diabetes e o mal de Alzheimer ou substituir órgãos defeituosos sem correr o risco de que o transplante seja rejeitado. Mas estes avanços não poderão ser aplicados a pacientes antes que passem vários anos.

Agencia Estado,

20 de maio de 2005 | 13h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.