Deputados criam Frente Parlamentar pela Água

Pelo menos 23 deputados paulistas de sete partidos estão confirmados na Frente Parlamentar pela Defesa da Água, que está sendo lançada nesta segunda-feira, Dia Mundial da Água. A frente vai defender que os municípios tenham maior autonomia para legislar sobre os recursos hídricos, segundo o deputado Sebastião Almeida (PT), articulador da iniciativa.Além disso, os parlamentares pretendem aprofundar as discussões sobre problemas enfrentados pelo Estado de São Paulo, propor políticas que mudem os hábitos de desperdício e buscar alternativas para o uso racional da água. "Nosso objetivo é fazer essa reflexão com a população e o caminho que nós encontramos foi com essa frente unindo parlamentares, autoridades, ambientalistas e professores universitários", disse Almeida.Assunto domésticoSegundo o deputado, a idéia principal é envolver os comitês de bacias hidrográficas das cidades. Mas ele espera que as discussões tornem a questão da água um "um assunto doméstico", para que cada cidadão saiba de importância que tem na sua preservação e uso racional.A frente nasce com apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que tem como tema da Campanha da Fraternidade deste ano "Água, Fonte de Vida", e deve promover eventos em torno do tema ao longo de todo o ano, disse Almeida à Agência Brasil. O Brasil possui aproximadamente 12% do total da água doce do planeta e 53% da água doce da América Latina. É o país com as mais ricas bacias hidrográficas e com as maiores reservas subterrâneas de água doce do mundo. Apesar disso, São Paulo, por exemplo, tem somente 1,65% dessa água disponível para o abastecimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.