Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Descoberta causa da morte de neurônios em Parkinson

Pesquisadores do Albert Einstein College of Medicine de Nova York anunciaram nesta quinta-feira a descoberta da causa da morte de neurônios no cérebro dos doentes de Parkinson, informa a agência Efe. Segundo Ana María Cuervo, líder do estudo, os pacientes apresentam mutações na proteína sinucleína, que se acumula dentro das células nervosas e contribui para a morte delas.A proteína alterada consegue bloquear os sistemas de vigilância celular, operado pelos lisosomas que, normalmente, se encarregam de eliminar qualquer componente anormal nas células.Assim, a sinucleína não eliminada se deposita dentro da célula e bloqueia os lisosomas. A combinação deste bloqueio com a aglomeração anormal de moléculas no neurônio, levam à morte desta célula.Sabia-se que a doença de Parkinson produz a morte dos neurônios, mas o motivo era desconhecido até agora. O estudo, que será publicado no próximo número da revista Science, usou um rato transgênico no qual foi possível aumentar a função desses sistemas celulares de vigilância.A cientista espanhola explicou à Efe que se a descoberta representa um primeiro passo para "entender melhor, e em nível molecular, este grave transtorno", que já é "a segunda doença neurodegenerativa mais freqüente", depois do Alzheimer.

Agencia Estado,

26 de agosto de 2004 | 19h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.