Descoberta no Laos nova espécie de roedor

Parece um esquilo, um rato, um porquinho da Índia ou uma chinchila. Ou tudo isso junto. Trata-se de uma nova espécie de roedor descoberta no Laos, batizada como Laonastes aenigmamus."Nova", apenas para a ciência. Porque o kha-nyou era bem conhecido naquele país do Sudeste Asiático. Apenas não havia sido descrito cientificamente, como está sendo agora.E o resultado desta análise científica foi surpreendente: este pequeno roedor agora representa uma família inteira que antes não existia no organograma do reino animal, segundo a Sociedade de Conservação da Vida Selvagem (WCS), com base em Nova York.Análises de DNA e comparações entre ossos indicam que esta espécie se diferenciou das demais há milhões de anos, segundo os pesquisadores.O kha-nyou tem pernas curtas, longos bigodes e um rabo peludo. Vive principalmente na mata e em locais rochosos perto das florestas. Ao que parece, é vegetariano.Segundo os pesquisadores, uma característica que chama atenção nesta espécie é o fato de ter apenas um filhote por gestação - diferentemente dos ratos, por exemplo.A descoberta do kha-nyou se deu de forma prosaica. Segundo um comunicado da WCS, um exemplar estava à venda num mercado de animais e plantas na capital do Laos."Ele estava perto de umas verduras e eu percebi imediatamente que era algo que eu nunca havia visto antes", disse Robert Timmins, pesquisador da WCS.O anúncio desta nova espécie foi feito nesta semana pelarevista Systematics and Biodiversity, segundo o site especializado LiveScience.com .

Agencia Estado,

12 de maio de 2005 | 15h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.