Descoberto elo perdido entre dinos carnívoros e vegetarianos

Cientistas em Utah, nos Estados Unidos, montaram um esqueleto quase completo de uma nova espécie de dinossauro que fica no meio do caminho entre carnívoro e vegetariano. Batizado de Falcarius utahensis, era uma criatura plumada que se mantinha em duas patas curtas, com garras de quase 13 cm e um pescoço longo que o permitia alcançar plantas a 1,5 metro de altura. Ele viveu no início do Período Cretáceo, há 125 milhões de anos - idade que o coloca como o mais antigo representante de um grupo de dinossauros herbívoros chamados terizinossauros, conhecidos por sua presença na Ásia.O paleontólogo James Kirkland, do serviço estadual de paleontologia e líder do grupo que descreve o dinossauro na edição desta quinta-feira da revista Nature (www.nature.com), disse que foram coletados ossos de centenas desses animais na região central de Utah, perto da cidade de Green River. Ninguém sabe por que estavam reunidos lá, nem o que os matou, mas o pesquisador não descarta uma contaminação em massa do grupo. "Essas coisas acontecem ainda hoje com pássaros".Todas as linhagens de dinossauros herbívoros possuíam ancestrais carnívoros e o F. utahensis apresenta características de ambos os tipos. Sua postura era quase horizontal e as pernas, apesar de não mais apropriadas para grandes caçadas, permitiam uma mobilidade relativamente ágil, afirma o paleontólogo Thomas Holtz, da Universidade de Maryland, não envolvido no estudo - ainda que seus descendentes, diz, "teriam problemas em caçar algo mais rápido do que uma árvore".Por outro lado, o bicho já tinha perdido os dentes triangulares e serrados, usados para estraçalhar a carne, e trocado por uma dentição menor típica dos herbívoros. A pélvis era larga, o que sugere a existência de um intestino expandido do tamanho necessário para fermentar o material vegetal e digeri-lo. O pescoço comprido e a cabeça pequena também são itens associados a comedores de plantas. "É o primeiro bom exemplo de um dinossauro no meio da troca de um corpo carnívoro para um herbívoro", disse Holtz.Kirkland suspeita que ele teria surgido quando plantas nutritivas e saborosas nasceram na Terra. "Talvez estivesse explorando este novo recurso alimentar." Para o paleontólogo, o Falcarius abria uma exceção à carne, vez ou outra, em sua dieta. "Não duvidaria que esta coisa comesse um lagarto ou dois no aperto." Para o curador do Museu de História Natural de Utah, Scott Sampson, a espécie é "literalmente um elo perdido". "Sabemos que o primeiro dinossauro era um predador com corpo pequeno e rápido", e que todos os demais evoluíram deste ser primordial, explica Sampson. "No entanto, isso aconteceu de forma tão rápida que não temos muita documentação fóssil."

Agencia Estado,

04 de maio de 2005 | 19h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.