Descoberto gene que permite a verme regenerar partes do corpo

As planárias têm a capacidade de regenerar partes do corpo, incluindo o cérebro, após a amputação

estadao.com.br

23 Abril 2010 | 17h13

Pesquisadores da Universidade de  Nottingham descobriram o gene que permite que a planária regenere partes do corpo após a amputação, incluindo o próprio cérebro. Segundo nota da universidade o trabalho representa "mais uma peça no quebra-cabeças" que um dia poderá permitir a regeneração de órgãos e tecidos humanos.

 

A pesquisa, liderada pelo biólogo Aziz Aboobaker, demonstra que um gene conhecido como smed-prep é essencial para a regeneração correta da cabeça e do cérebro nas planárias. O estudo está publicado no periódico de livre acesso PLoS Genetics, e pode ser acessado aqui.

 

As planárias têm a capacidade de regenerar partes do corpo após a amputação. Esses vermes contêm células-tronco adultas que estão em constante divisão e que podem se converter em todos os tipos de célula que faltam após a amputação.

 

Eles também têm genes que garantem que a regeneração ocorre exatamente como deveria, com as novas partes do corpo atingindo o tamanho correto, a forma certa e surgindo no local adequado.

 

"Queremos entender como as células-tronco adultas conseguem trabalhar em conjunto em qualquer tipo de animal e substituir órgãos e tecidos danificados ou ausentes", disse, em nota, Aboobaker.

 

O gene  smed-prep é necessário para que as células que vão dar forma à cabeça do verme tenham diferenciação correta e atinjam o local certo. Sem o gene, as células não se organizam para formar um cérebro normal.

Mais conteúdo sobre:
regeneração genética verme planária

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.