Portia Sloan Rollings
Portia Sloan Rollings

Cientistas descobrem na China dinossauro com crânio ornamental

Batizado de Hualianceratops wucaiwanensis, o réptil viveu há 160 milhões de anos tem parentesco distante com o Triceratops

Fábio de Castro, O Estado de S. Paulo

09 Dezembro 2015 | 19h09

Um grupo de cientistas da China descreveu um novo gênero de dinossauros que possuía uma textura "ornamental" no crânio. O animal, batizado de Hualianceratops wucaiwanensis, viveu há 160 milhões de anos, no fim do período Jurássico, de acordo com o estudo publicado hoje na revista científica PLoS One.

O réptil pertencia à micro-ordem dos Ceratopsia, que inclui também o conhecido gênero Triceratops. Embora os Ceratopsia estejam entre os mais estudados dinossauros herbívoros, o período inicial de sua evolução ainda produz grandes controvérsias entre os cientistas.

Os autores do estudo caracterizaram a nova espécie a partir da textura "ornamental" de quase todas as partes de seu crânio. "Hualian" significa "face ornamental". O crânio do espécime estudado, no entanto, estava incompleto e em más condições. Por isso pouca informação pode ser obtida sobre o resto do corpo do animal.

O estudo foi realizado por cientistas do Instituto de Geologia da Academia Chinesa de Geociências e do Instituto de PAleontologia e Paleontropologia de Vertebrados, de Pequim, também na China. 

O espécime estudado foi coletado em 2002, na Formação Shishugou, na Bacia do Junggar, no noroeste da China, em um trabalho conjunto com a Universidade George Washington, dos Estados Unidos. 

Os cientistas estudaram a relação do Hualianceratops wucaiwanensis com outros dinossauros Ceratopsia, por meio de análise filogenética (a filogenia é o estudo das relações evolutivas entre os organismos)

Com base nos resultados, o estudo sugere que pelo menos cinco linhagens diferentes de Ceratopsia já estavam presentes no mundo no fim do período Jurássico (de 199 milhões a 145 milhões de anos atrás). Segundo os autores, maior parte dos Ceratopsia viveu no período Cretáceo (de 145 milhões a 65 milhões de anos atrás).

Mais conteúdo sobre:
Dinossauros Paleontologia China

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.