Descoberto novo dinossauro carnívoro na Argentina

Os pequenos dinossauros carnívoros estiveram muito mais espalhados e reinaram na Terra por muito mais tempo do que se acreditava. É o que estimam paleontólogos na edição desta quinta-feira da revista Nature. Eles se basearam na descoberta de uma nova espécie da família encontrada na Argentina.Esses dinossauros, do tipo dos répteis corredores, foram descritos com base em fósseis encontrados originalmente na América do Norte e Ásia oriental. Suas principais características são as garras em forma de gancho no segundo dedo de cada pé, provavelmente destinadas a cortar a carne de suas presas.A versão sul-americana foi descoberta por Fernando Novas, do Museu de Ciências da Argentina, e Diego Po, da Universidade de Ohio (EUA), na província de Neuquén, noroeste da Patagônia.O parente argentino dos dinossauros carnívoros, que deviam medir cerca de dois metros, viveu no hemisfério sul numa época em que os continentes do norte o do sul estavam bastante separados. Segundo os descobridores, a similaridade encontrada entre os "primos" é muito maior do que se imaginava.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.