Desmatamento na Amazônia aumenta 5%

O desmatamento na Amazônia entre 1999 e 2000 alcançou 18.226 quilômetros quadrados, o que representou um aumento de 5% em relação à apuração anterior, revela o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).O dado, que está sendo a apresentado nesta segunda-feira à tarde ao presidente Fernando Henrique Cardoso pelos ministros do Meio Ambiente, José Carlos Carvalho, e o da Ciência e Tecnologia, Ronaldo Sardemberg, é inferior à projeção do Inpe para o período, de 19.836 quilômetros quadrados que, se confirmada, representaria um aumento de 14%.A projeção do Inpe para o período de 2000 a 2001 é mais otimista: devem ter sido desflorestados 15.184 quilômetros quadrados.

Agencia Estado,

10 de junho de 2002 | 18h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.