Diabetes causa sete em cada 10 amputações de perna

Uma média de sete em cada dez amputações de perna se deve à diabetes, uma proporção que, de acordo com os especialistas, poderia ser reduzida em até 85% com mais controle, informação e melhor cuidado dos doentes.Por ocasião da realização do Dia Internacional do Diabetes, na segunda-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Federação Internacional de Diabetes (FID) lembraram hoje que o número de doentes no mundo todo, que ultrapassa os 170 milhões, dobrará em 2030 por causa da vida sedentária e das mudanças na dieta alimentar, fora o aumento da expectativa de vida.Calcula-se que, a cada ano, são realizadas no mundo um milhão de amputações por causa do diabetes, segundo dados da FID, e 85% são precedidos de úlceras no pé. No entanto, com bons cuidados com os pés e uma educação adequada, seria possível reduzir entre 45% e 85% o número de amputações provocadas pelo diabetes.O Dia Mundial do Diabetes se dedica este ano a transmitir a mensagem de que, com investimento relativamente pequeno, os Governos podem potencializar a educação e a prevenção para reduzir os índices de amputações.O objetivo é alertar tanto os doentes como os profissionais da saúde para a necessidade de aumentar os esforços de prevenção, informação, observação e tratamento da doença.Entre os países de maior renda, o tratamento das complicações nas extremidades inferiores derivadas da doença absorve entre 15 e 25% dos recursos reservados ao diabetes, afirmou a OMS.A doençaO Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 para aumentar a conscientização sobre a doença e chamar atenção da população para as causas, sintomas, complicações e o tratamento desta grave doença, em constante crescimento no mundo todo.O diabetes é provocado pelo excesso do nível de açúcar no sangue devido a um mau funcionamento do pâncreas. Com o passar do tempo, um diabetes mal controlado pode produzir uma redução do fluxo sangüíneo e uma diminuição da sensibilidade nervosa.Assim aumenta o risco de sofrer ferimentos, especialmente nos pés que, devido à circulação deficiente, são de lenta e difícil cura, com grande perigo de infecções.As organizações médicas garantem que a causa mais comum de internação hospitalar de pessoas com diabetes são exatamente os problemas de pé. Calcula-se que o custo direto de uma amputação associada ao pé diabético está entre US$ 30 mil e US$ 60 mil. O diabetes é uma das doenças mais comuns no mundo desenvolvido, onde aparece entre as dez patologias que causam mais mortes.

Agencia Estado,

13 de novembro de 2005 | 18h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.