Diocese anuncia sua separação da Igreja Episcopal nos EUA

A disputa em torno da ordenação de homossexuais divide a confissão anglicana mundial desde 2003

EFE,

08 de novembro de 2008 | 22h55

A diocese de Quincy, no estado de Illinois (EUA), anunciou sua cisão da Igreja Episcopal Nacional, após uma longa controvérsia sobre a Bíblia e suas divergências sobre os homossexuais e outros assuntos.   Esta é a terceira diocese que se separa da matriz eclesiástica americana do anglicanismo neste ano.   No próximo fim de semana, a diocese de Fort Worth, no Estado do Texas, também submeterá à votação se continua vinculada à Igreja Episcopal Nacional ou vai seguir o exemplo das outras três.   A disputa em torno da ordenação de homossexuais divide a confissão anglicana desde 2003, quando a Igreja Episcopal ordenou seu primeiro bispo gay, Gene Robinson.   A Igreja também teve que enfrentar outra grande controvérsia quando designou Barbara Harris como a primeira episcopisa, em 1989.   As três dioceses que anunciaram o cisma têm maior afinidade com as idéias promovidas pela Província Anglicana do Cone Sul, com sede na Argentina.   Segundo o jornal The New York Times, a Igreja Anglicana tem 77 milhões de fiéis nos EUA, incluindo os membros da Igreja Episcopal americana, cujas raízes remontam obra missionária da Igreja da Inglaterra.

Tudo o que sabemos sobre:
igreja episcopalanglicanahomossexuais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.