Diocese irlandesa paga mais de R$ 24 milhões por abusos

Igreja irlandesa conta com seguro para cobrir indenizações; casos são são de 100, ocorridos desde 1962

EFE,

24 de fevereiro de 2009 | 11h36

A diocese de Ferns, no sul da Irlanda, pagou cerca de 8 milhões de euros, ou R$ 24 milhões, para compensar abusos sexuais cometidos por padres contra menores, confirmaram fontes da Igreja.   EUA investigam resposta de cardeal de LA a casos de pedofilia Arquidiocese de Chicago pagará US$ 1,375 mi por abuso sexual   Segundo reconheceu o bispo de Ferns, Denis Brennan, a diocese "chegou a um acordo, fora dos tribunais, com 46 queixosos para pagar um total de 8.120.775 euros".   Brennan explicou, durante uma prestação de contas da diocese, que o dinheiro virá dos recursos próprios da administração, de um seguro contratado para fazer frente a esse tipo de pagamento e de um fundo da Igreja Católica na Irlanda, o chamado  Stewardship Trust.   Cerca de 10% desse total será destinado ao tratamento médico e psicológico dos padres implicados nos abusos, o que as autoridades eclesiásticas definiram como "investimento para o futuro e para a proteção do menor".   Em 2006, relatório elaborado pela própria Igreja Católica irlandesa detectou mais de 100 casos de abuso sexual de menores em Ferns, cometidos de 1962 a 2002 por 21 padres.  Os especialistas referiram-se a esses dados como apenas "a ponta do iceberg".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.