Dois focos de incêndio em mata atlântica no Rio

Dois focos de incêndio atingiram hoje o Parque Estadual da Pedra Branca, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio. O primeiro, no Pico da Independência, destruiu seis hectares de mata atlântica, uma área equivalente a seis campos oficiais de futebol. O segundo, também dentro do parque, queimou três hectares. Os bombeiros já controlaram os dois focos de incêndio. Não houve feridos, mas muitos pássaros em ninhos, esquilos, tatus, cotias entre outros animais, morreram.Segundo o comandante das unidades especiais do Corpo de Bombeiros, coronel Marco Aurélio Silva, o primeiro incêndio pode ter sido provocado por moradores de uma casa localizada a 500 metros do local atingido. "É provável que eles tivessem preparando o terreno para o pasto e se descuidaram", disse.Já no segundo, as causas ainda são desconhecidas, mas, de acordo com Silva, ele não surgiu em decorrência do anterior.Como a região era de difícil acesso, bombeiros do Grupamento de Operações Aéreas foram chamados. Eles usaram um avião para realizar diversos lançamentos de água para debelar as chamas.Silva explicou que neste época do ano, os incêndios em locais de muita mata são constantes. "Esta estiagem de vários dias faz com que qualquer coisa possa fazer a vegetação pegar fogo", disse, citando como exemplo pontas de cigarro jogadas por motoristas em estradas, queimadas para preparar terrenos na formação de pastos e velas deixadas em oferendas de macumba.

Agencia Estado,

08 de setembro de 2004 | 18h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.