Duas estátuas gregas dos anos 550 a.C. são recuperadas do mercado negro

Elas seriam vendidas para um comprador estrangeiro por 10 milhões de euros

estadao.com.br

18 Maio 2010 | 11h42

As estátuas seriam vendidas a um comprador estrangeiro por 10 milhões de euros

 

SÃO PAULO - Duas estátuas gregas datadas dos anos 550 a.C. foram recuperadas pelas autoridades da Grécia antes de serem vendidas por cerca de 10 milhões de euros no mercado negro.

 

Segundo os arqueologistas gregos, as estátuas datam de 550 a.C.

 

Apresentadas nesta terça-feira, 18, à imprensa no Museu de Arqueologia Nacional, em Atenas, as estátuas de dois homens gêmeos foram ilegalmente escavadas por dois fazendeiros gregos, que acabaram detidos pela polícia. Um terceiro suspeito, que seria o contrabandista, ainda é procurado.

Mais conteúdo sobre:
estatuas Grecia mercado negro contrabando

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.