Ecstasy a preço de refrigerante na Grã-Bretanha

O preço do comprimido de ecstasy continua caindo na Grã-Bretanha e este ano já chega a custar meia libra esterlina, ou o equivalente a uma lata de refrigerante, segundo pesquisa divulgado pela ONG britânica DrugScope. "Temos visto uma série de fatores, como o aumento da demanda e a constatação dos usuários de que as pílulas de ecstasy vêm se tornando menos potentes", diz Petra Maxwell, porta-voz da DrugScope.A pesquisa foi feita em 15 cidades do país, e o preço mais baixo da droga foi constatado em Portsmouth, com o comprimido custando entre 0,50 libra (pouco mais de R$ 2) e 2 libras (R$ 8,50). O preço médio na cidade de Londres caiu de 5 libras em média no ano passado para 2 libras em 2005, segundo a pesquisa.QuetaminaA queda do preço no ecstasy parece ser uma tendência nacional. A pequisa da DrugScope feito em 2004 estabeleceu em 4 libras o preço médio da droga. Este ano, a média caiu para 3 libras. Há uma década, o preço médio da droga girava em torno de 10 libras a unidade.Outra tendência apontada no levantamento, esta mais preocupante, segundo a organização, é a popularidade crescente da droga quetamina entre os clubbers. A substância, um anestésico veterinário, ainda não é considerada ilegal. Seu principal efeito é causar a sensação de dissociação entre o corpo e a mente.Quando tomada em grandes doses ou misturada com álcool, a quetamina pode levar à perda da consciência, e o usuário mergulha no que foi batizado entre a comunidade clubber de "buraco de quetamina"."É muito fácil tomar uma dosagem alta demais dessa droga, mesmo por usuários experientes", diz Maxwell. A pesquisa diz ainda que vários traficantes do país vêm fazendo "pacotes promocionais" de drogas, vendendo heroína e crack na base do "pague um, leve dois".

Agencia Estado,

07 de setembro de 2005 | 10h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.