Egito recupera busto roubado do faraó Amenófis III

Peça tinha sido tirado do país de maneira ilegal durante a segunda metade da década passada

Efe

19 de dezembro de 2008 | 17h51

As autoridades egípcias recuperaram nesta sexta-feira, 19, um busto do faraó egípcio Amenófis III (1411-1379 a.C.), que tinha sido tirado do país de maneira ilegal durante a segunda metade da década passada com destino ao Reino Unido. O busto foi entregue por um representante da Polícia britânica à Embaixada egípcia de Londres, segundo a agência de notícias egípcia Mena, que não deu mais detalhes. A recuperação desta peça aconteceu uma semana depois do anúncio da chegada ao Egito de outras 70 peças que tinham sido roubadas por um oficial do Exército americano. Amenófis III, que pertencia à XVIII dinastia, foi o antecessor de Akhenaton, que introduziria por um breve período de tempo o monoteísmo no Egito do segundo milênio antes de Cristo. O reino de Amenófis III se caracterizou por uma estabilidade interna e uma grande colheita de sucessos diplomáticos no exterior.

Tudo o que sabemos sobre:
Egitoarqueologia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.