Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Em ano de Enade, cai número de concluintes em cursos da Unip

Nos anos em que os cursos não são avaliados, o número oficial de concluintes normalmente aumenta

Carlos Lordelo e Alexandre Gonçalves, de O Estado de S. Paulo ,

03 Março 2012 | 16h37

O número de formandos da Unip varia de acordo com o calendário do Enade. Em ano de avaliação, o estoque de veteranos de alguns cursos cai em relação ao ano anterior. Denúncia enviada ao Ministério da Educação afirma que a universidade seleciona os melhores alunos para fazer a prova.

 

Em 2010 o governo federal avaliou os cursos da área de saúde. A Unip declarou ter 916 estudantes no último ano de Enfermagem, enquanto que em 2009 esse contingente era de 2.399 alunos. É como se a universidade tivesse "perdido" 62% de seus veteranos na virada do ano.

 

Para se ter ideia, um dos câmpus da universidade em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, registrou 271 concluintes em 2009 e só 24 no ano seguinte.

 

Em relação a 2009 também caiu o número de formandos em Nutrição (55%), Odontologia (48%) e Fisioterapia (45%). Farmácia, um dos maiores cursos da Unip, "perdeu" 52% de seus concluintes em 2010 e declarou 1.161 estudantes.

 

Por outro lado, alguns cursos da Unip avaliados em 2009 tinham apenas uma fração do número de concluintes em comparação com o ano seguinte.O caso mais emblemático é o da graduação em Secretariado Executivo, que "ganhou" 220 formandos: eram 68 em 2009 e 288 em 2010. Em todos os câmpus, o curso teve nota 5 no Enade.

 

O número de concluintes também saltou no Direito, cujas classes de concluintes quase dobraram de tamanho. O estoque passou de 1.307 para 2.598.

 

Com 26 cursos de Psicologia, a Unip tinha 619 formandos em 2009 e, no ano seguinte, 1.105, uma alta de 79%.

 

Em menor grau, também houve variação no número de concluintes de Turismo: passou de 287 para 349 na virada para 2010, o que representa 22% a mais.

 

Os números foram pesquisados com ajuda de um especialista na base de dados do Inep. As informações do Censo da Educação Superior de 2011 ainda não foram divulgadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.