Embrapa cria variedades de banana resistentes a fungo

A unidade da Embrapa no Acre apresenta na próxima terça-feira (2), duas cultivares de banana resistentes à sigatoka negra, doença que tem causado sérios prejuízos aos bananicultores. Trata-se da Preciosa e da Maravilha, resultantes de pesquisas desenvolvidas em conjunto com a Embrapa Mandioca e Fruticultura, de Cruz das Almas (BA). Em testes de degustação em supermercados do Acre e da Bahia, as cultivares obtiveram índices de aprovação superiores a 90%, segundo informações da Agência Brasil. Os nomes de batismo também foram dados pelos consumidores. De acordo com a pesquisadora Maria de Jesus Cavalcante, da Embrapa Acre , Maravilha e Preciosa vêm ao encontro de uma demanda dos produtores que estavam padecendo com o mal da sigatoka negra, provocada pelo fungo Mycospharella fijiensis, oriundo das Ilhas Fiji (Ásia), com poder de dizimar bananais se nenhuma medida de controle for adotada.No Acre, a doença foi diagnosticada pela primeira vez em 1998 e seu estrago foi significativo. Em Acrelândia, o principal município produtor, registrou-se queda de até 64% na safra de bananas. A presença da sigatoka também fechou as portas para o comércio em vários estados como metida de contenção da doença, agravando ainda mais a situação do produtor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.