Emissão de gases do efeito estufa deve aumentar

As emissões de gases causadores do efeito estufa pelos países industrializados provavelmente aumentarão pelos próximos anos, a despeito de tratados internacionais como o Protocolo de Kyoto, informa um relatório das Nações Unidas. A informação surge na véspera reunião de representantes dos 190 países-membros da Convenção da ONU para Mudança Climática, na Alemanha. O relatório diz que as emissões nas nações industrializadas devem crescer em 10% até 2010. Embora o Protocolo de Kyoto - assinado em 1997 - tenha começado a disciplinar a política climática mundial, ele ainda não foi ratificado por um número suficiente de países para ter força de lei.O relatório diz que, como bloco, os países desenvolvidos foram bem-sucedidos na meta fixada para o ano 2000, de reduzir as emissões de volta aos níveis de 1990. Isso foi possível graças à queda nas emissões por parte das antigas nações soviéticas, que enfrentaram recessão.Mas houve aumentos graves nas emissões por parte de países como os EUA e a Austrália, que se recusaram a ratificar o protocolo. Mesmo países signatários, como Japão e Canadá, aumentaram suas emissões.A ratificação do tratado pela Rússia daria ao Protocolo o estatuto de lei internacional. No entanto, um alto assessor do presidente Vladimir Putin disse que a Rússia ?não tem nada a ganhar? com a ratificação. Segundo Andrei Illarionov, as vantagens da assinatura do acordo seriam ?muito efêmeras?, informa a agência Interfax.As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

Agencia Estado,

04 de junho de 2003 | 14h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.