Empresa diz ter criado células-tronco com clone de humanos

Uma empresa da Califórnia disse naquinta-feira que usou a tecnologia da clonagem para criar cincoembriões humanos, na esperança de conseguir produzircélulas-tronco totalmente compatíveis com pacientes. A Stemagen Corp., de La Jolla, destruiu os embriões duranteos testes para se certificar de que se tratava de cloneslegítimos. Mas os pesquisadores, que atuam em uma clínica dereprodução humana, disseram acreditar que a empreitada terásucesso. Outros especialistas receberam com ceticismo a afirmação,descrita na revista Stem Cells. Se a realização for comprovada,a equipe da Stemagen terá sido a primeira da história a terclonado seres humanos para criar células-tronco, as célulasmestras do corpo. Existem vários tipos de células-tronco. As células-troncoembrionárias, tiradas de embriões poucos dias depois dafecundação, são consideradas as mais potentes, porque podem darorigem a todos os tipos de tecido do corpo. A Stemagen disse ter obtido cinco embriões usando célulasda pele de dois homens adultos que trabalham na clínica. Aempresa declarou ter feito testes exaustivos para se certificarde que os embriões eram realmente clones dos homens. "Esperamos que seja um marco para vários novos estudos",disse Andrew French, que liderou a pesquisa, em entrevista portelefone. A equipe usou uma técnica chamada transferência nuclear decélula somática, em que um óvulo tem seu núcleo retirado esubstituído pelo núcleo da célula a ser copiada -- no caso, ascélulas da pele dos homens. Foi a mesma técnica usada paracriar a ovelha Dolly em 1996. Os cientistas esperam no futuroconseguir criar órgãos totalmente compatíveis com os pacientespara tratar doenças. "Como uma porcentagem significativa dos casais que passampor tratamentos de fertilidade parece estar disposta aparticipar desse tipo de pesquisa, acreditamos que o métododescrito para obter oócitos doados é uma estratégia viável eeticamente aceitável", escreveram os pesquisadores. "É a descrição mais bem-sucedida até agora do uso dastécnicas de clonagem com material puramente humano. Ainda estámuito longe, porém, de chegar ao objetivo de obtercélulas-tronco embrionárias", disse Robin Lovell-Badge, doConselho de Pesquisa Médica da Grã-Bretanha. "Precisamos ser ultracuidadosos depois do escândalo (dopesquisador sul-coreano) Hwang para não cometer o mesmo erro",disse Robert Lanza, da Advanced Cell Technology, uma empresa deMassachusetts que também está tentando criar células-troncoembrionárias humanas. "Gostaria muito de acreditar, mas aindanão me convenci." Outras equipes vêm usando outras técnicas, como reprogramarum óvulo humano, reprogramar células comuns da pele ou retiraruma célula de um embrião humano sem destruí-lo.

MAGGIE FOX, REUTERS

17 de janeiro de 2008 | 15h38

Tudo o que sabemos sobre:
CIENCIACLONAGEMHUMANOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.