Encontradas novas nascentes do Rio Meia Ponte, em Goiás

Uma equipe da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Goiás descobriu, na semana passada, a existência de quatro novas nascentes do rio Meia Ponte, cuja bacia hidrográfica é responsável pela maior parte da captação de água para consumo humano no Estado. As nascentes, que não apareciam nos mapas tradicionais, foram descobertas a partir da digitalização de uma foto de satélite em Taquaral de Goiás, município que oficialmente não faz parte da bacia. Segundo a geógrafa Aparecida Socorro Cardoso, responsável pelo geoprocessamento da Secretaria, a localização das nascentes foi possível por conta da escala das imagens utilizadas, de até 1:25.000, contra 1:100.000 usadas até então. As informações foram confirmadas em campo e deverão resultar em medidas de preservação das cabeceiras do rio. A bacia do Meia Ponte representa cerca de 4% do Estado e passa, agora, a abranger 38 municípios (ao invés dos 37 considerados anteriormente), onde vivem 2 milhões de pessoas - quase 50% da população de Goiás. Aparecida conta que técnicos da Secretaria tinham informações há dez anos sobre a existência dessas fontes. No entanto, o terreno inóspito e a falta de equipamentos, na época, impediram a comprovação, possível com a tecnologia atual empregada pelo Estado. ?O proprietário da fazenda onde está a principal dessas fontes - a única que não seca o ano inteiro - já sabia da importância da nascente e tentou conseguir mudas no viveiro da bacia do Meia Ponte para recuperar a área, mas não conseguiu porque o município de Taquaral de Goiás não fazia parte da bacia. Felizmente, ele conseguiu por outras fontes e hoje a área está reflorestada graças a sua iniciativa?, conta a geógrafa.Até então, a única nascente oficialmente conhecida do Meio Ponte ficava em Itauçu (cidade vizinha de Taquaral), a 60 Km de Goiânia. Além da demarcação geográfica, os trabalhos prosseguirão no local, com análise do solo, cálculo de vazão e outras medições técnicas que possibilitem a concretização de medidas de proteção e recuperação para as nascentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.