Niki Davidov/EFE
Niki Davidov/EFE

Encontradas pegadas milenares sob mosaico romano em Israel

As pegadas de um pé e de sandálias típicas da época são provavelmente dos artistas que fizeram o mosaico

EFE,

14 Outubro 2009 | 16h00

Arqueólogos israelenses encontraram pegadas humanas de 1.700 anos na cidade de Lod, ao desenterrar um mosaico romano para trasladá-lo aos laboratórios de conservação.

 

As pegadas de um pé e de sandálias típicas da época são provavelmente dos artistas que fizeram o mosaico e apareceram na camada de massa abaixo de onde se colavam os fragmentos, informou, em comunicado, a Autoridade de Antiguidades de Israel (AAI).

 

"É excitante. É a primeira vez que encontro uma prova humana como esta sob um mosaico", afirma na nota Jacques Neguer, diretor do Departamento de Conservação da AAI.

 

Um dos mais belos e maiores achados em Israel - tem 180 metros quadrados -, o mosaico foi descoberto em Lod, ao sudeste de Tel-Aviv, em 1996 mas então pôde ser desenterrado não existiam fundos para os trabalhos de conservação e reconstrução.

 

Pegada encontrada em Lod, possivelmente de um operário que montou o mosaico. Niki Davidov/EFE

 

Coloridos tapetes, plantas e animais de distintas espécies enfeitam a composição, que aparentemente foi feita para a casa de rico cidadão romano.

Mais conteúdo sobre:
arqueologia roma israel

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.