Reuters
Reuters

Encontrado local de onde Colombo partiu rumo às Américas

Após dois meses de escavações, pesquisadores descobriram vestígios do porto original em província espanhola

Ana Cristina Mazeo, Especial para O Estado

13 Outubro 2014 | 21h16

Arqueólogos anunciaram a descoberta do ponto exato de onde Cristóvão Colombo partiu, em 1492, para descobrir a América. Com dois meses de escavações em La Fontanilla, na cidade de Palos de La Frontera, região de Andaluzia na Espanha, foram encontradas peças artesanais e de pesca que pertenciam ao porto de Palos, de onde saíram as caravelas Santa Maria, Pinta e Nina. 

De acordo com informações da agência de notícias EFE, os pesquisadores localizaram sete fornos, utilizados para a produção de cerâmicas, tijolos, alimentos e cal, um espaço para descarte de produtos com defeitos e restos da alota, lugar onde eram feitas as transações portuárias.


Foi a descoberta desses itens que permitiu determinar o ponto exato de partida de Colombo rumo à América, segundo o professor de arqueologia Juan Miguel Campos, que lidera os trabalhos de escavação no local. Ele explica ainda que o porto original tinha espaço suficiente para comportar as embarcações. "Era um porto natural, protegido dos ventos e afastado das correntes, além de econômico porque permitia, sem muita transferência, a carga e descarga de mercadorias."

Os arqueólogos ainda têm pela frente mais um mês de escavações e ao final desse período será feito um trabalho de verificação dos indícios encontrados e a reunião de todas as informações sobre o histórico do porto. Além disso, a equipe fará uma reconstrução virtual da área.

Mais conteúdo sobre:
Cristóvão Colombo Américas Espanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.