Encontros sobre meio ambiente começam nesta quarta

Debates promovidos pela equipe do caderno Planeta, do Estadão, vão abordar temas como comportamento ‘verde’, lixo e Código Florestal

Manuel Cunha Pinto e Karina Ninni, estadao.com.br

13 Julho 2010 | 20h00

A partir de amanhã a série Encontros Estadão & Cultura promove três debates sobre temas relacionados ao meio ambiente na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Organizados pela equipe do caderno Planeta, os encontros acontecem nos dias 14, 15 e 16 - sempre às 12h30.

 

Nesta quarta-feira a discussão será sobre comportamento verde - a etiqueta do século XXI, com as debatedoras Lígia Krás (analista de tendências da Mindset/WGSN), Marussia Whately (arquiteta e ambientalista) e Beth Furtado (psicóloga, sócia da Alia Consultoria e Marketing).

 

Ligia Krás, 30 anos, é analista de tendências da Mindset/WGSN. Graduada em Antropologia Social pela Federal do Rio Grande do Sul, está há 2 anos e meio em SP.

 

"É muito importante participar do evento, tanto pelas pessoas envolvidas como pelo tema, muito pertinente. A tendência da sustentabilidade está muito mais presente na teoria do que na prática das pessoas no cotidiano", acredita Krás, que há pelo menos dez anos só compra roupas em brechó e acha que, se as pessoas acabarem com o preconceito em relação a eles, a produção desenfreada de roupas pode diminuir . "Existe ainda algum preconceito sobre a questão ambiental, muitas pessoas ainda conectam preocupações ambientais com a figura do ecochato". Segundo Krás, a sustentabilidade não é uma "modinha que vai vai passar".

 

Na quinta, o debate será sobre lixo - nova legislação e coleta seletiva, com os debatedores Denis Russo Bugierman (jornalista e editor do blog Isso não é normal), Luiz Gonzaga Alves Pereira (presidente da Loga Logística Ambiental) e Sergio Luis Mendonça Alves (Secretário Adjunto e Diretor do Departamento de Limpeza Urbana – Limpurb).

 

 

Editor-chefe do Isso não é normal (site de discussão sobre o modelo urbano de São Paulo) e diretor de informação da Webcitzen, empresa de que propõe estimular o engajamento cívico e aproximar cidadãos, Bugierman é ex-diretor de redação da Superinteressante.

 

Ele pretende fazer uma reflexão sobre qual o sistema de coleta de lixo que a cidade de São Paulo precisa. "O que temos hoje é um sistema tosco, criado para uma cidade de terceiro mundo", diz o jornalista.

 

 

Bugierman quer fomentar uma 'provocação sadia' ao abrodar o tema. "Quem é responsável por seu próprio lixo com o atual sistema?", questiona, afirmando que em outras cidades do mundo, as pessoas são responsabilizadas pelo próprio lixo de alguma forma, pois as autoridades definem um sistema mais prático, lógico e lucrativo para as coletas. "Aqui há um sistema viciado do início ao fim", afirma, ao dizer que a cidade já se ergueu jogando lixo nos rios. "A sociedade não quer saber de lixo, e consequentemente, as autoridades não dão o devido valor ao tema, porque é impopular", conclui.

Reforma e polêmica

 

Na sexta, dia 16, o deputado Aldo Rebelo (PCdoB - SP) debate o tema Código Florestal - reforma e polêmica com dois ambientalistas - entre eles Roberto Smeraldi (diretor da ONG Amigos da Terra Amazônia Brasileira) . Rebelo foi o relator do controverso substitutivo aprovado recentemente na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, que desagradou ambientalistas e atiçou a disputa entre a bancada "verde" e a bancada ruralista.

 

Os debates acontecem no Auditório Eva Hertz, na Avenida Paulista, 2073, com entrada gratuita. As vagas serão limitadas por ordem de chegada. Quem perder os eventos ainda poderá acompanhá-los pela cobertura especial do programa Planeta Eldorado, da Rádio Eldorado, que vai ao ar no final de semana, ou acessar o conteúdo dos debates pelo http://www.territorioeldorado.com.br/.

 

Na sexta-feira, a Rádio Eldorado vai transmitir flashes ao vivo do encontro sobre Código Florestal. Também será possível acompanhar as discussões pelo Twitter.

 

Confira a agenda dos eventos:

 

 

Quarta, 14/7: COMPORTAMENTO VERDE – a etiqueta do século 21

Mediador: Rodrigo Villela (editor)

Debatedores: Ligia Krás (analista de tendências, Mindset/WGSN)

Marussia Whately (arquiteta e ambientalista) e

Beth Furtado (psicóloga, sócia da Alia Consultoria e Marketing)

 

 

 

Quinta, 15/7: LIXO – nova legislação e coleta seletiva

Mediadora: Luciana Garbin (editora do caderno Metrópole, do Estadão)

Debatedores: Denis Russo Bugierman (jornalista e editor do blog Isso não é normal)

Luiz Gonzaga Alves Pereira (presidente da Loga Logística Ambiental) e

Sergio Luis Mendonça Alves (Secretário Adjunto e Diretor do Departamento de Limpeza Urbana – Limpurb)

 

 

Sexta, 16/7: CÓDIGO FLORESTAL – reforma e polêmica

Mediador: Marcos Guterman (editor da primeira página do Estadão)

Debatedores: Aldo Rebelo (deputado federal pelo PCdoB, relator da Comissão Especial do Código Florestal)

Rafael Cruz (Coordenador da Campanha pelo Código Florestal do Greenpeace) e

Roberto Smeraldi (Diretor da ONG Amigos da Terra Amazônia Brasileira)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.