Endeavour se acopla à ISS em missão para ampliar complexo

Missão comemora ainda o 10º aniversário da construção da estação, iniciada em novembro de 1998

Efe,

17 de novembro de 2008 | 05h18

O ônibus espacial Endeavour se acoplou neste domingo, 16, à Estação Espacial Internacional (ISS) e começou as operações que permitirão que o complexo abrigue um máximo de seis pessoas a partir do próximo ano. O acoplamento aconteceu às 20h01 (horário de Brasília), informou o Centro Espacial Johnson da Nasa em Houston, Texas (EUA). Imediatamente após o acoplamento, os sete astronautas da nave iniciaram as revisões finais antes de abrirem as comportas para o encontro com os três ocupantes da ISS. A delicada operação comandada pelo comandante Chris Ferguson e o piloto Eric Boe aconteceu quase 48 horas após o impecável lançamento da nave do Centro Espacial Kennedy, na Flórida. A manobra de acoplamento começou duas horas e meia antes, quando Boe ligou os motores que colocaram a nave na direção da ISS. O encontro final, após uma série de correções da trajetória guiadas pelo radar e um sensor, ocorreu quando Boe e Ferguson iniciaram a operação manual. Porém, a acoplagem foi completada sem problemas. Nessa manobra, os astronautas puderam tirar cerca de 300 fotografias do escudo térmico da nave para constatar que não sofreu danos importantes durante a partida, na sexta-feira passada. Após abrir as comportas das naves, os sete tripulantes do Endeavour e os três ocupantes da ISS tiveram o primeiro encontro de uma missão que, até 27 de novembro, transformará o complexo em um verdadeiro "hotel" em órbita terrestre. "Vamos transformar uma casa de três dormitórios e um banheiro em uma de cinco dormitórios, dois banheiros e um ginásio", disse Ferguson pouco após chegar ao Centro Espacial Kennedy para liderar a tripulação do Endeavour. Mas, além desse objetivo, no curso das quatro caminhadas previstas os astronautas também revisarão e lubrificarão as juntas rotatórias dos painéis solares que fornecem energia ao complexo. Além de Ferguson e Boe, os outros tripulantes do Endeavour são os especialistas Donald Pettit, Heidemarie Stefanyshyn-Piper, Steve Bowen, Shane Kimbrough e Sandra Magnus. A missão também terá como objetivo comemorar o 10º aniversário do dia em que se iniciou a construção do complexo, em 20 de novembro de 1998. O Endeavour estará acoplado à estação espacial, que viaja a cerca de 400 quilômetros da Terra, em 20 de novembro, dia em que se comemora os 10 anos da chegada à órbita do primeiro módulo que deu início a sua construção.

Tudo o que sabemos sobre:
EndeavourISSestação espacial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.