Equipe mapeia corredor de biodiversidade

A expedição deste mês ao Tumucumaque foi a segunda realizada no parque nacional e a quarta dentro de um programa de 15 expedições científicas previstas para as várias unidades de conservação do Estado do Amapá. O programa é executado em parceria pelo Ibama, Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa), Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Amapá (Sema) e a organização não-governamental Conservação Internacional (CI).O parque é a peça maior em um mosaico de unidades de conservação que cobrem mais de 50% do território do Estado e compõem a base do chamado Corredor de Biodiversidade do Amapá. Outras três expedições estão previstas para este ano, sempre visando ao estudo da biodiversidade. A equipe de pesquisadores, todos brasileiros, inclui Luiz Antonio Coltro Jr. (aves), Cláudia Regina Silva (mamíferos), Cláudia Funi (geógrafa), Ana Carolina Martins (morcegos), Jucivaldo Dias Lima (répteis e anfíbios), Cecile de Souza Gama (peixes), Inacia Maria Vieira (crustáceos) e Luciano de Oliveira Cardoso (plantas superiores).

Agencia Estado,

29 de janeiro de 2005 | 12h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.