Equipe recebe sinais e ainda aposta no veleiro espacial

O diretor do projeto Cosmos 1, Louis Friedman, disse ter esperanças de que a nave movida a vela solar tenha conseguido atingir o espaço, sem ser destruída junto com o foguete russo que falhou na etapa de ascensão. Ele disse que a equipe do projeto recebeu sinais fracos que poderiam estar sendo emitidos pela nave."Ainda há possibilidades de que a Cosmos 1 não esteja perdida", disse ele, acrescentando que os sinais recebidos ainda estão sendo analisados.Ele reconheceu que a agência espacial russa já eliminou afasta possibilidade de a Cosmos 1 ter resistido à falha."A agência espacial russa tirou esta conclusão de que a nave está perdida porque o motor... falhou", explicou Friedman. "Ainda não estamos preparados para chegar a esta conclusão. Vimos algumas contra-indicações disto porque há dados muito frágeis sobre a nave espacial."Segundo Friedman, que também é presidente da Planetary Society, idealizadora do projeto, acha que só nos próximos dias poderá dar uma resposta conclusiva. "Precisamos estudar, analisar (...), a equipe está procurando a nave neste momento (...) e provavelmente continuaremos por mais vários dias", disse.O veleiro espacial foi lançado na terça-feira por um submarino da marinha russa, a partir do Mar de Barents.

Agencia Estado,

22 de junho de 2005 | 15h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.