Especialistas acham vestígios de porto fenício em ilha italiana

A conclusão dos especialistas é que o porto estava agora em uma zona coberta agora por uma lagoa

Efe

25 de setembro de 2008 | 16h10

Um grupo de especialistas de várias universidades italianas anunciou nesta quinta-feira, 25, a descoberta dos vestígios do antigo porto fenício - e depois cartaginês - de Tharros, que vários arqueólogos vinham procurando há dois séculos no litoral ocidental da ilha de Sardenha, informou a imprensa local. A conclusão dos especialistas, que trabalharam em colaboração com o Museu de Cabras (também na Sardenha), é que o porto estava em uma zona coberta agora por uma lagoa, e a muito poucos quilômetros da que foi a cidade de Tharros, considerada por alguns arqueólogos como "a segunda Cartago". Como provas desta descoberta, os cientistas mencionaram as ruínas de uma grande muralha de 100 metros de comprimento, assim como um reservatório escavado na rocha que incluía um píer de 190 metros e um canal por onde chegavam os navios.

Tudo o que sabemos sobre:
arqueologiaItáliaciência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.