Especialistas desenvolvem ventiladores sem barulho para a ISS

Astronautas tinham que dormir com protetores de ouvido devido ao forte barulho na plataforma

Efe

16 de outubro de 2008 | 15h03

Os especialistas do Instituto Aeroidrodinâmico Central russo desenvolveram e testaram dois ventiladores que quase não produzem barulho para o sistema de sobrevivência da Estação Espacial Internacional (ISS), informou nesta quinta-feira, 16, a agência espacial russa Roscosmos. O problema do forte barulho na plataforma orbital é bastante grave, por isso os astronautas têm que dormir com protetores nos ouvidos, segundo a agência oficial RIA Novosti. Segundo um porta-voz da Roscosmos, "a criação por parte dos cientistas do instituto deste sistema de ventiladores permite, segundo calculam os pesquisadores, reduzir o nível de barulho entre 5,5 e 8 decibéis, mantendo os parâmetros aerodinâmicos pré-determinados". "É um índice muito elevado, já que, atualmente, no mundo todo, a redução do nível de barulho entre 1,5 e 2 decibéis é considerada uma quantidade considerável", disse. Acredita-se que o uso dos novos ventiladores de barulho reduzido melhoraria consideravelmente as condições de trabalho da tripulação da ISS.

Tudo o que sabemos sobre:
ISSespaçociência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.