Esqueleto de elefante pré-histórico é reconstruído na Indonésia

Animal é o maior e mais completo esqueleto de um elefante gigante pré-histórico já encontrado nos trópicos

AP,

23 de junho de 2009 | 18h45

Cientistas indonésios estão reconstruindo o maior e mais completo esqueleto de um elefante gigante pré-histórico já encontrado nos trópicos, uma descoberta que pode fornecer novas pistas sobre as misteriosas origens de seu primo asiático moderno.

 

Foto: AP

 

Acredita-se que o elefante pré-histórico submergiu em areia movediça pouco depois de morrer em um leito de rio em Java, por volta de 200 mil anos atrás. Seus ossos - quase perfeitamente preservados - foram descobertos por acaso em março, quando uma antiga pedreira desabou durante as chuvas de monção.

 

O animal tinha quatro metros de altura, cinco metros de comprimento e pesava mais de 10 toneladas - tamanho próximo ao mamute, que vivia no mesmo período.

 

Fósseis animais são raros em ambientes de clima quente e úmido do equador, pois ele acelera a decomposição.

 

Após uma escavação de um mês de duração, uma equipe de sete paleontólogos do Museus de Geologia de Bandung colocaram os ossos em gesso para a viagem até o escritório, onde estão sendo remontados.

 

"Eu acredito pelo formato desse dente que era um elefante muito primitivo", mas pouco foi verificado, disse o paleontólogo Fachroel Aziz, que lidera a equipe de reconstrução do esqueleto.

 

Cientistas concordam que é a primeira vez que um esqueleto inteiro de um elefante pré-histórico foi encontrado desde que as descobertas de fósseis vertebrados começaram a ser relatadas em 1863.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.