Estande brasileiro é premiado em Johannesburgo

O pavilhão brasileiro foi considerado o melhor entre os estandes de grande porte da exposição sobre práticas de desenvolvimento sustentável, que acontece em Johannesburgo, África do Sul, durante a Rio+10. A comissão julgadora do prêmio foi composta por artistas plásticos e o troféu oferecido pela organização do evento, no Ubuntu Village, a aldeia global da Cúpula Mundial de Desenvolvimento Sustentável.Iniciativa do Ministério do Meio Ambiente, o estande é um dos maiores do local, com 193 m2, e concorreu com os da Alemanha (segundo lugar), França (terceiro), Estados Unidos, África do Sul, Canadá, Suíça e China. Com o título ?Os Cinco Sentidos do Desenvolvimento Sustentável?, o pavilhão já recebeu, desde sua inauguração no dia 24 de agosto, cerca de 60 mil visitantes.Além de produtos, como o biscoito de castanha (Amazon Cookie), que está sendo fabricado diariamente no estande, o Brasil está apresentando seus projetos ligados ao Programa Piloto para a Proteção das Florestas Tropicais (PP-G7), Áreas Protegidas, Programa do Álcool, Ibama, Agência Nacional de Águas, entre outros.

Agencia Estado,

04 de setembro de 2002 | 15h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.