Estevam Hernandes, da Renascer, sai da prisão nos EUA

Casal foi sentenciado a cumprir pena alternada; enquanto um está detido, o outro cumpre pena domiciliar

03 de janeiro de 2008 | 00h53

Estevam Hernandes, líder da Igreja Renascer, deixou a prisão nos Estados Unidos no dia 29. Ele cumpria pena desde agosto por tentar entrar no país com US$ 56.367 não declarados em 9 de janeiro. Sua mulher, Sonia Hernandes, também condenada, deve ir para o presídio nos próximos dias. O casal foi sentenciado a cumprir pena alternada; enquanto um está detido, o outro fica em casa, em prisão domiciliar. A punição total dos dois é de 10 meses de reclusão. Dos Estados Unidos, Estevam celebrou o culto da virada do ano, na madrugada do dia 31, via satélite. Segundo a assessoria de imprensa do casal, cerca de 100 mil pessoas acompanharam o culto em templos no Brasil e no exterior. O jogador Kaká e sua mulher estavam presentes no templo na zona sul de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.