Estudantes britânicos fundam Federação Nacional de Ateus

A federação, conhecida pelas iniciais AHS, é apenas o mais recente movimento do tipo

EFE,

20 de fevereiro de 2009 | 18h24

Depois da campanha nos ônibus para propagar a mensagem de que "Deus provavelmente não existe" e um convite para "aproveitar a vida", formou-se em Londres a Federação Nacional de Estudantes Ateus, Humanistas e Laicos.   Ônibus com mensagem de ateísmo já circulam em Gênova   A federação, conhecida pelas iniciais AHS, é apenas o mais recente movimento do tipo, surgido para fazer frente ao que os membros consideram uma deferência excessiva do público e das autoridades para com grupos religiosos.   Ao estabelecimento da AHS compareceu o biólogo Richard Dawkins, autor do livro Deus, Uma Ilusão, e que expressou o apoio da fundação que dirige aos estudantes que buscarem formar sociedades de ateus em suas universidades.   Citado pelo diário The Independent, Dawkins disse que "a universidade é o lugar onde as pessoas pensam, onde se valorizam as provas", e criticou os que consideram as manifestações públicas de ateísmo "uma ameaça e uma ofensa", enquanto que as manifestações públicas de religiosidade não são vistas da mesma forma. 

Tudo o que sabemos sobre:
ateísmoreino unidorichard dawkins

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.