Estudo indica que ainda há tempo para conter aquecimento

Segundo pesquisa, corte de 70% nas emissões do mundo todo evitariam o pior cenário da mudança climática

AP,

14 de abril de 2009 | 16h26

Um estudo científico descobriu que o pior cenário do aquecimento global ainda pode ser evitado se o mundo inteiro cortar emissões de gases estufa.

 

Veja também:

especialEntenda as negociações do novo acordo sobre mudança climática

especialEspecial: Evolução das emissões de carbono  

 

Uma simulação de computador do National Center for Atmospheric Research observou o que aconteceria ao final do século se os níveis de emissão fossem cortados em 70%. O resultado ainda seria um mundo mais quente em cerca de 1°C ao invés de 2°C. O oceano ártico diminuiria, mas não desapareceria e o nível do mar aumentaria menos.

 

O estudo encontrou que cerca de metade do aumento da temperatura e das mudanças em secas e enchentes podem ser evitadas pelo corte nas emissões.

 

O autor do estudo, Warren Washington, disse que fazer mudanças pode fazer uma grande diferença.

Tudo o que sabemos sobre:
aquecimento global

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.