EUA apresentam a primeira mula clonada

Uma mula, chamada Jóia de Idaho, é o mais novo clone da ciência moderna. Ela nasceu no dia 4 de maio, na Universidade de Idaho, Estados Unidos, mas só foi apresentada nesta quinta-feira pelos pesquisadores. Trata-se do primeiro clone de um animal eqüino. Outras duas mulas clones, parte do mesmo projeto, também estão em término de gestação e devem nascer nas próximas semanas, segundo os cientistas.Apesar de parecer um tanto inútil do ponto de vista econômico, a clonagem da mula foi comemorada pelos pesquisadores como um avanço importante nos esforços para a clonagem do cavalo - este sim, um animal de alto valor comercial.As mulas nascem do cruzamento de um asno com uma égua e não conseguem se reproduzir naturalmente. A razão, acreditam os cientistas, é genética: o asno tem 62 cromossomos, e a égua, 64, o que resulta em uma mula com 63 cromossomos. Jóia de Idaho, um macho, foi clonado das células de um feto de 45 dias. A técnica usada foi a mesma que deu origem à ovelha Dolly, o primeiro clone de um mamífero adulto, em 1996. Em resumo, o núcleo da célula de um animal "adulto" - nesse caso, um feto - é transferido para dentro de um óvulo cujo núcleo foi removido.O óvulo com o novo material genético é estimulado a se dividir, formando um embrião, que depois é transferido para uma barriga de aluguel. Mesmo sete anos depois de Dolly, entretanto, a tecnologia permanece extremamente ineficiente. Para chegar ao primeiro clone, os pesquisadores trocaram o núcleo de 334 óvulos, dos quais 305 foram transferidos para mães de aluguel, resultando em 21 gestações até 14 dias (6,9% de sucesso).Destas restaram apenas Jóia de Idaho e seus dois irmãos ainda por nascer. Os partos estão previstos para 9 de junho e 2 de agosto. As gestações se desenvolvem normalmente, segundo os cientistas, mas é comum clones morrerem pouco antes ou logo após o parto.

Agencia Estado,

29 de maio de 2003 | 20h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.