Bill Ingalls/Nasa
Bill Ingalls/Nasa

EUA comemoram 50 anos da chegada do homem à Lua

Para marcar a data histórica, foi realizada uma série de eventos, com shows e até partidas de beisebol, neste sábado

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2019 | 00h47

SÃO PAULO - Os Estados Unidos comemoraram neste sábado, 20, o aniversário de 50 anos da chegada da Apollo 11 e os primeiros passos dados por um homem na Lua. Para marcar a data histórica, foi realizada uma série de eventos, com shows e até partidas de beisebol.

Parte das comemorações, o obelisco em Washington ganhou projeções, que simulou o lançamento do foguete e a chegada à Lua. Em Nova York, houve jogos de beisebol e o Museu de História Natural recebeu programação especial.

Na cidade de Wapakoneta, em Ohio, onde nasceu o astronauta Neil Armstrong, cerca de 2 mil pessoas participaram da celebração.

O vice-presidente americano, Mike Pence, visitou o Centro Espacial Kennedy, da Nasa, na Flórida. "A Apollo 11 é o único acontecimento do século 20 com possibilidade de ser recordado no século 30", disse. 

Nesta semana, o Estado publicou reportagem especial sobre a chegada do homem à Lua. O material multimídia pode ser lido aqui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.